terça-feira, 20 de novembro de 2012

Silvinha - Grandes Sucessos

Sílvia Maria Vieira Peixoto (Silvinha)  Mariana MG 16 Setembro 1951 - São Paulo 26 de Junho de 2008 é uma cantora brasileira que se destacou na juventude dos anos 60.Começou a cantar com o coral de músicas folclóricas organizado por sua mãe, professora de música em São João del Rei (MG), apresentando-se em rádios e programas culturais, por volta de 1963. Mais tarde, incluiu no repertório do coral músicas dos Beatles e de Rita Pavone, artistas dos quais gostava. Em 1965, a convite de Aldair Pinto, foi para Belo Horizonte (MG), para atuar no programa de televisão "Programa Só Para Mulheres", seguindo dois anos depois para o Rio de Janeiro RJ, sendo lançada no programa do Chacrinha. Contratada pela TV Excelsior de São Paulo (SP), cantou durante algum tempo no Programa dos Incríveis, e logo depois passou a apresentar no programa de TV "O Bom", do cantor Eduardo Araújo, com quem se casou. Ainda em 1967 gravou pela primeira vez, as músicas "Vou Botar Pra Quebrar" e "Feitiço De Broto" (ambas de Carlos Imperial), pela Odeon. No ano seguinte excursionou com show da Rhodia, cantando na Fenit, em São Paulo, e no Copacabana Palace Hotel, do Rio de Janeiro, além de outras capitais do país. Ao retornar foi contratada pela TV Tupi para voltar a participar do Programa dos Incríveis, mas seis meses depois estava na TV Record. Gravou três LPs na Odeon, nos anos de 1968, 1969 e 1971. Contratada pela RCA Victor de 1972 a 1975, participou esse ano do show "Pelos caminhos do rock" ao lado de Eduardo Araújo, no Teatro Bandeirantes, de São Paulo, e gravou quatro compactos simples. Em 1975 mudou para a gravadora Copacabana. Depois de alguns anos afastada dos palcos, Silvinha começou a fazer algumas vocalizações e backing vocals esporádicos em jingles e discos, até que, em 1978, a cantora que deveria gravar uma peça faltou, sendo Silvinha chamada para a substituição. A partir de então, passou a ser uma das cantoras mais requisitadas para gravação de jingles. Durante mais de 20 anos foi uma das vozes mais ouvida no Brasil em campanhas para Mc Donald’s, Coca-Cola, Unibanco, Varig, entre outras. Há alguns anos Silvinha se afastou da publicidade e se dedicou junto com o marido Eduardo Araújo, à sua gravadora, a Number One e em 2001 lançou o CD "Suave é a Noite", com músicas românticas, além de diversos shows divulgando seu disco. Silvinha faleceu em 25 de junho de 2008, vitimada por complicações decorrentes de um câncer de mama com o qual convivia a doze anos. Vivam momentos mágicos com esta compilação abragendo o melhor de sua carreira
disco aqui!

2 comentários:

  1. Sr. Momentos Mágicos,

    Que boa surpresa ao buscar no Google uma coletânea sua QUANDO O BREGA ERA CHIQUE e ele apresentou o seu blog (o retorno).

    Sou imensamente grato pelas suas postagens e muito mais agora pelo seu retorno, pois daqui eu baixei muitas raridades.

    Valeu. Deus te abençoe e abs.
    Marcos
    Cabedelo/PB

    ResponderExcluir
  2. Oi amigos do "Momentos Mágicos", muito bom saber que vocês estão de volta e disponobilizando raridades!!! Eu também, descobri e conheci muitas coisas raras através do seu blog, talvez não se lembre, mas sou o "Chato" que ficou pedindo uma repostagem do CD " Censurar ninguém se Atreve". Eu tive mesmo um problema no meu HD e perdi muita coisa, estou recuperando aos poucos (já consegui 60% do que perdi). Queria saber se você irá postar o que tinha blog antigo? e também deixar meu blog, caso o amigo se interesse por algo: http://thebestofvinil.blogspot.com.br/

    Ps: talvez você encontre coisas que goste, tudo no blog é 100% ripado de vinil!!!

    Um bom natal pra você e pra sua Família, e um feliz e prospero Ano Novo, tudo de bom pra você!!!

    ResponderExcluir